sábado, 10 de agosto de 2013

Sem estrelas, mas com garra, foi a película de Gael no mundial



Foto: Gael Santos
Terminou como uma mini-série a participação de Gael Santos, atleta de Escola Desportiva de Viana (EDV), no mundial de esgrima 2013, em Budapeste. Com o mote do mundial a ser ‘como nos filmes’, num imaginário à semelhança de ‘star wars’, o atleta não teve um final feliz nesta curta metragem do mundial. Curta porque sucumbiu à passagem para o quadro 64 e conseguiu o 82º lugar na geral.


Gael foi o único português com as cores nacionais na competição de florete nos mundiais de esgrima. Por sua conta e risco, como noticiamos ainda há pouco, nem isso foi motivo para Gael desistir. Numa competição que reuniu os melhores da esgrima (florete, espada e sabre) de 5 a 11 de agosto ocorrem as provas de fogo.

Na poule 12, Santos conseguiu duas vitórias e três derrotas o que lhe valeu a passagem como 61º, entre os 129 atiradores. No preliminar para os 128, o atleta escapou aos primeiro golpes já que ficou isento pelo coeficiente que atingiu. Tropeçou pouco depois, na segunda ronda, aos pés do alemão Johann Gustinelli.

Um pesada derrota, de 15-5, fez o filme de Gael terminar como um filme de terror, porém que permitiu dignificar as cores nacionais. “Não correu mal, mas o meu lugar é bem mais além”, afirmou o atleta nas redes sociais. O adversário alemão ficou pelo caminho pouco depois no quadro 64.

O português entra agora num período de férias para se preparar para a nova época. Apesar de não estar a competir aproveitou para ver os jogos dos mundiais e foi deixando os seus próprios pontos de vista. “Grandes finais hoje! Grande espetáculo...é por isso que a esgrima é tão grande!”

Como de Hollywood saem os melhores filmes, o norte americano, Miles Chamley Watson, foi o actor principal neste filme da competição de florete: “Grande, grande performance, bonita de se ver de um atleta num dos melhores dias da sua vida como esgrimista!”, felicitou o colega Gael.

Marisa Ribeiro




Sem comentários:

Enviar um comentário

O Desporto em Viana publicará na integra os comentários devidamente identificados. Os textos que não respeitem esta condição serão analisados, ficando a sua publicação pendente do teor dos mesmos.